Anúncios


segunda-feira, 25 de junho de 2012

Correio Forense - Atrasos provocados pelo Judiciário não levam à prescrição processual - Direito Processual Civil

24-06-2012 17:00

Atrasos provocados pelo Judiciário não levam à prescrição processual

 

  Em apelação, a Fazenda Nacional pleiteava o não reconhecimento da prescrição de um processo ajuizado dentro do prazo, mas que permaneceu inerte por longo tempo no Judiciário. O relator, desembargador federal Tolentino Amaral, analisando os autos, concluiu que a responsabilidade decai sobre o mecanismo do Judiciário, que não realizou as diligências a ele cabíveis.

A 7.ª Turma do TRF/ 1.ª Região, baseada no voto do relator e nas provas reunidas, decidiu dar provimento à apelação, isentando a Fazenda Nacional de qualquer culpa pela paralisação do feito e afastando a prescrição do processo.

A Turma levou em consideração, ainda, a Súmula n.º 106 do STJ, que dispõe: “Proposta a ação no prazo fixado para o seu exercício, a demora na citação, por motivos inerentes ao mecanismo da justiça, não justifica o acolhimento da arguição de prescrição ou decadência".

 

N.º do Processo 0002986-22.2006.4.01.3307

 

Fonte: TRF-1


A Justiça do Direito Online


Correio Forense - Atrasos provocados pelo Judiciário não levam à prescrição processual - Direito Processual Civil

 



 

 

 

 





Nenhum comentário:

Postar um comentário